Cuidados no inverno para pacientes com câncer

Cuidados no inverno para pacientes com câncer

A chegada do frio exige ainda mais autocuidado por parte dos pacientes oncológicos. Os tratamentos para a doença potencializam a sensibilidade ao frio, o que pode diminuir muito imunidade e a hidratação da pele.

Confira nossa dicas para encarar a época de frio com mais facilidade e bem-estar!

Proteja e potencialize o seu sistema imunológico

A imunidade do paciente oncológico, que normalmente já fica debilitada pelo impacto dos tratamentos quimioterápicos, sofre ainda mais com algumas situações recorrentes no outono e inverno. 

1. Evite contato com vírus e bactérias

A concentração de muitas pessoas no mesmo ambiente e a má higiene das mãos são os fatores que favorecem o aparecimento de vírus e bactérias e que afetam drasticamente um sistema imunológico enfraquecido. 

No caso dos pacientes oncológicos, o desenvolvimento de alguma doença respiratória pode, inclusive, interromper o tratamento para o câncer

Por isso, pacientes em tratamento e pessoas de sua convivência devem manter alguns cuidados extras na época do frio, como:

- Evitar multidões e locais fechados;
- Evitar locais sem circulação de ar;
- Evitar interação com pessoas resfriados ou gripadas;
- Higienizar bem as mãos antes de mexer nos olhos, boca e nariz.

2. Mantenha a qualidade do sono e da alimentação

Além disso, potencializar o sistema imunológico é muito importante durante as baixas temperaturas. É importante buscar ter um descanso de qualidade e focar numa alimentação balanceada.

Alimentos como carne vermelha e branca, vegetais verdes, frutas cítricas, cereais integrais, castanhas, sementes e leguminosas beneficiam a imunidade e todo o funcionamento do corpo.

Consultar um profissional da nutrição para uma lista completa de alimentos e refeições que auxiliam o sistema imunológico é fundamental.

Proteja e hidrate a sua pele

Os tratamentos contra o câncer também impactam a saúde da pele, que pode ficar muito ressecada, sensibilizada e até ferida, dependendo do nível de gravidade e sensibilidade do paciente.

Tudo isso é potencializado pela época de frio, que tem como uma das características a menor umidade relativa do ar. Quanto mais seco o tempo, mais resseca a pele fica.

Além disso, pacientes oncológicos também devem ficar muito atentos à proteção da pele contra o sol, mesmo nas estações frias. A pele exposta deve estar sempre protegida com filtro solar.

3. Use filtro solar em todas as estações do ano

É comum que a proteção contra os raios solares seja esquecida só porque grande parte da pele não está exposta ou a temperatura não esteja alta. Mas, infelizmente, os efeitos do sol são nocivos para a saúde da pele o ano inteiro, independente do clima.

Os raios solares, mesmo quando escondidos entre nuvens, mancham, envelhecem e aumentam a predisposição ao câncer de pele. Por isso, é indicada a proteção da pele mesmo quando as temperaturas estão baixas, faça chuva ou faça sol. Aplicar o filtro solar em toda a pele exposta, como rosto, nuca, pescoço, colo e mãos é o mais recomendado.

4. Mantenha sua pele hidratada

A rotina de hidratação da pele dos pacientes oncológicos é muito importante para o bem-estar físico e estético. Ela deve ser feita em qualquer época do ano, sempre em busca de prevenção e tratamento. 

Com a chegada do frio, os cuidados só se intensificam:

- Utilizar hidratantes específicos para peles sensíveis e em tratamento. Produtos comuns podem piorar peles já sensibilizadas.
- Não esperar sentir sede, sempre bebendo muita água. Um corpo hidratado reflete na saúde da pele.
- Evitar os banhos escaldantes e demorados, eles aceleram o processo de ressecamento da pele. 

Sem uma hidratação ou produto específico, a pele já sensibilizada pelos tratamentos oncológicos sofre desde ressecamentos até erupções. Quando as temperaturas baixam, isso piora.

É por isso que a hidratação deve ser completa, da cabeça aos pés. O que também inclui aquelas regiões do corpo que vez ou outra são deixadas de lado, como lábios, mãos e sola dos pés.

Os produtos mais indicados são aqueles com concentração de componentes naturais, como os óleos vegetais. Eles proporcionam maciez e nutrição, mesmo para as peles já sensibilizadas. 

Confira algumas opções de hidratação para peles sensíveis:

Hidratação para o corpo: o momento de hidratar o corpo também pode ser de relaxamento, descanso e autoamor. Uma boa pedida é criar a rotina de fazer isso logo após o banho ou antes de dormir, para potencializar os efeitos do hidratante. Uma das opções para isso é o Tegum Emulsão Hidratante, que é formulado com óleo de andiroba da Amazônia, vitamina A e E. Graças ao poder desses elementos, o produto possui ação anti-inflamatória, ação cicatrizante natural e é liberado para uso durante tratamento quimioterápico. 

Hidratação para os lábios: para o cuidado com os lábios, a melhor escolha é sempre carregar um hidratante labial consigo mesmo. Uma das opções é o Oncare Hidratante Labial, com formulação exclusiva que hidrata, refresca e suaviza os lábios. Ele também auxilia na manutenção da integridade da mucosa labial, reduz o ressecamento e a consequente descamação. 

Revitalização da pele: além do hidratante convencional, a hidratação em spray também é uma opção bem prática para a rotina de cuidados. Exemplo disso é o Spray Suavizante Corporal Rd Care, que suaviza e revitaliza a pele.

Consulte todos os dermocosméticos disponíveis aqui. Ou busque por um produto específicos da Oncare ou da RdCare.

Sempre consulte seu médico oncologista ou dermatologista para orientação sobre produtos para a pele


Deixe um comentário

* Nome:
* E-mail:
   Website:
* Comentário:
Atendimento via Whatsapp