Suplementação alimentar, saúde e segurança

Na constante busca da prevenção de doenças e melhoria na saúde, aliados ao maior acesso às informações, nos deparamos com uma crescente e exigente demanda por soluções práticas e funcionais para suprir as deficiências nutritivas as quais submetemos nosso corpo devido a correria do dia a dia, agito e stress. Com esse crescimento, uma enxurrada de variedades de produtos são desenvolvidos e lançados pela Indústria Alimentícia e Laboratórios Farmacêuticos, enchendo as gôndolas das farmácias.

Nutracêuticos, suplementos alimentares, vitaminas são termos com os quais nos deparamos com frequência e nem sempre temos claro quais são as diferenças entre esses produtos.

Vejamos o que são eles:

  • VITAMINAS são os micronutrientes essenciais para o funcionamento do nosso metabolismo;
  • SUPLEMENTOS ALIMENTARES são compostos por vitaminas e/ou minerais que completam a dieta e as necessidades diárias para plena função fisiológica;
  • NUTRACÊUTICOS são suplementos que contém de forma isolada ou concentrada compostos bioativos, em doses maiores que nos alimentos, com potencial terapêutico.

Como consumir esses produtos com segurança e eficácia?

Aqui entram o aconselhamento e prescrição dos profissionais da área da saúde, cuja orientação individualizada pode nos beneficiar com a melhoria e manutenção da saúde, estética e bem-estar, além de melhorar a performance de pessoas que praticam atividade física ou querem perder peso, por exemplo.

São inúmeros os benefícios adquiridos com o uso racional e assistido desses produtos. O equilíbrio fisiológico e metabólico promove a prevenção de doenças e auxilia no tratamento de condições crônicas, melhorando a qualidade de vida do indivíduo e seu bem-estar. Vejamos alguns exemplos:

  • A saúde do cérebro e do coração são favorecidos pela suplementação de Ômega 3 e antioxidantes, como o licopeno, encontrado no tomate.
  • A saúde gastrointestinal, por consumo de fibras e probióticos.
  • Para a diminuição da flacidez da pele e estimular a produção de colágeno, podemos suplementar vitaminas C e E, como também o Resveratrol (composto antioxidante encontrado na uva).

Essas são algumas das soluções práticas da atualidade e, por meio delas, mesmo diante de uma rotina atarefada, podemos garantir através do consumo de cápsulas, sachês solúveis ou mesmo bebidas específicas, a complementação da nossa dieta muitas vezes deficitária em vitaminas, mineral e demais compostos orgânicos que promovem o regular funcionamento do nosso corpo.

Converse com o farmacêutico de sua confiança, tire suas dúvidas, conheça um pouco mais desse crescente mercado de suplementação que com certeza veio para somar.

Por Lívia Presa Cereja, Gestora e Farmacêutica RT.


Deixe um comentário

* Nome:
* E-mail:
   Site:
* Comentário: